Temática

Temática

Era uma noite fria de lua cheia. As estrelas cintilavam sobre a cidade de Santa Fé, que de tão quieta e deserta parecia um cemitério abandonado. Era tanto o silêncio e tão leve o ar, que se alguém aguçasse o ouvido talvez pudesse até escutar o sereno na solidão.”
Érico Veríssimo – “O Tempo e o Vento – O Continente”

O tema proposto para o COBEM deste ano destaca três aspectos muito importantes para a formação médica: a Educação, a Política e a Atenção à Saúde. A Educação é o alicerce de toda e qualquer ação dentro de uma escola de Medicina. Os professores devem buscar conhecer os processos de ensino-aprendizagem para que orientem os estudantes no acesso ao conhecimento e à autonomia para tornarem-se profissionais competentes. A Política, que orienta os rumos para a formação profissional, deve sim, ser discutida e praticada dentro dos ditames da ética e do respeito às divergências próprias da democracia. E, finalmente, a Atenção à Saúde, objeto final da formação médica, que deve ser pensada, antes de tudo para o cuidado das pessoas que buscam conforto e serenidade.

A citação inicial é a transcrição do primeiro parágrafo da obra do escritor gaúcho Érico Veríssimo, “O Tempo e o Vento”, considerada um marco da literatura regional do Rio Grande do Sul. A descrição da cena inicial poderia até trazer uma ideia de tranquilidade, entretanto, no decorrer dos parágrafos, verifica-se que a noite silenciosa na cidade de Santa Fé precede muitos eventos importantes, de guerra e paz, de amores e ódios, protagonizados por personagens marcantes que lutaram pela construção de um lugar melhor para se viver. Tal qual acontece no romance, não deveríamos nós, em um silêncio inicial, olharmos as estrelas cintilantes na noite fria, refletirmos sobre o mundo melhor em que gostaríamos de viver e, a partir de então, lutarmos pela construção de uma nova realidade? Convidamos a todos, nesse momento de encontro, a observarem a nossa Santa Fé e a perceber o silêncio que precede a História. Agucemos os nossos ouvidos!

O futuro nos aguarda! Vamos a luta!

Comissão Organizadora 55o COBEM


Tema: Formação Médica: Educação, Política e Atenção à Saúde.


 

Eixo I – Formação Médica: Educação e as práticas pedagógicas

Discutir aspectos vinculados à prática do ensino e aprendizagem na graduação e na pósgraduação. Bases teóricas do fazer em sala de aula. Meios de construção solidária do conhecimento. O contrato didático e a avaliação como processo e produto. Fundamentos para a composição do currículo em saúde. Educação permanente dos docentes, discentes, preceptores e residente. Integração do ensino das ciências básicas e especialidades médicas no contexto da formação generalista.

Subeixo 1.1 – Temas negligenciados: Discutir metodologias de ensino e aprendizagem aplicáveis a tópicos não presentes ou de inclusão incipiente nos espaços de ensino e aprendizagem.

Subeixo 1.2 – Avaliação: Discutir os aspectos de uma avaliação formativa para o processo ensino-aprendizagem. Docente, discente, curricular e institucional.

Subeixo 1.3 – Qualificação do docente: Discutir os aspectos ligados a formação, carreira, educação permanente, avaliação e qualidade de vida docente.

Subeixo 1.4 – Formação discente: Discutir os aspectos relacionados a formação integral do estudante: conhecimento, habilidades, atitudes, aspectos éticos, políticos e culturais, da construção de qualidade de vida e de seu projeto profissional.

Subeixo 1.5 – Aspectos pedagógicos: Discutir aspectos teórico/conceituais e práticos ligados a história da educação, qualificação docente para o ensino superior, teorias do currículo, relações de poder, educação na pós-modernidade e metodologias de ensino,.

Subeixo 1.6 – Arte como pedagogia: Discutir a importância da utilização das diferentes expressões das artes na formação técnica, cultural e humanística do médico.


 

Eixo II – Formação Médica: Micro e macro políticas de educação e saúde

Discutir as políticas governamentais e institucionais para saúde e para educação com impacto no ensino em saúde. Responsabilidades da Federação, Estados e Municípios. Diretrizes curriculares e autonomia universitária. Projetos, programas e estratégias continuadas de educação e saúde. Relação entre as práticas pedagógicas no contexto político da saúde e da educação. As relações de poder no ensino médico. Gestão da escola e do ensino médico.

Subeixo 2.1 – Temas negligenciados: Discutir a efetividade/necessidade de políticas públicas e institucionais que visem a de inclusão e incremento de temas incipientes nos espaços de ensino e aprendizagem.

Subeixo 2.2 – Gestão: Discutir as questões ligadas à gestão da educação na escola médica, bem como inclusão da gestão como componente curricular.

Subeixo 2.3 – Currículo: Discutir aspectos ligados ao desenho curricular, diretrizes e demais aspectos ligados ao currículo formal e informal, visível e oculto das escolas médicas.

Subeixo 2.4 – Políticas de educação e saúde: Discutir as políticas governamentais e institucionais para a saúde e para a educação, com impacto para o ensino médico.

Subeixo 2.5 – Sistema Único de Saúde: Discutir a formação médica voltada para o fortalecimento do SUS, e o SUS enquanto espaço de formação.

Subeixo 2.6 – Financiamento: Discutir os aspectos ligados a sustentabilidade dos cursos médicos, serviços de ensino, assistência e permanência estudantil, preceptoria em serviços públicos e privados.


Eixo III – Formação Médica: Atenção à Saúde

Discutir modelos de educação na perspectiva da assistência integral (prevenção, promoção e reabilitação) da saúde de forma transversal, individual e coletiva. O cotidiano como cenário de prática. Desenvolvimento da competência cultural e dialógica na comunicação em saúde. Saúde do usuário (individuo, família e comunidade) e do médico (docente, discente, preceptor e residente) para a prática docenteassistencial na relação simultânea e nos ciclos de vida.

Subeixo 3.1 – Temas negligenciados: Discutir os aspectos ligados a prática assistencial vinculada a tópicos não presentes ou de inclusão incipiente nos espaços de ensino e aprendizagem.

Subeixo 3.2 – Preceptoria e Docência: Discutir os aspectos relacionados a prático do médico dos serviços de saúde no exercício da docência.

Subeixo 3.3 – Integração ensino-serviço: Discutir os aspectos ligados a assistência e aos serviço de saúde enquanto cenários de prática para o ensino médico.

Subeixo 3.4 – Atenção Primária à Saúde: Discutir os aspectos ligados a prática da APS e MFC enquanto cenário de prática fundamentais na formação do médico generalista.

Subeixo 3.5 – Residência Médica: Discutir os aspectos relacionados à residência médica, incluindo acesso universal, a formação do futuro especialista e qualidade de vida do residente.

Subeixo 3.6 – Internato: Discutir o papel do internato como espaço privilegiado para a
formação e qualificação acadêmica e assistencial.

 Tematica